Mais Peruibe

Cidadão

Polícia Federal faz operação em Peruíbe e outras cidades

Na manhã dessa quarta feira (9) a Polícia Federal iniciou, em parceria contra a Controladoria Geral da União, a operação  “Prato Feito”, para desarticular cinco grupos criminosos suspeitos de desviar recursos da União destinados à merenda em municípios dos estados de São Paulo, Paraná, Bahia e Distrito Federal.

A investigação detectou 65 contratos suspeitos que ultrapassam R$ 1,6 bilhão.

São cumpridos 154 mandados de busca e apreensão, além de afastamentos preventivos de agentes públicos e decisões de suspensão de contratação com o poder público referentes a 29 empresas e seus sócios. Todas as medidas foram expedidas, a pedido da PF, pela 1ª Vara Criminal Federal de São Paulo e pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região.

Segundo a PF, os grupos criminosos agiriam em ao menos 30 municípios, contatando prefeituras por meio de lobistas, para direcionar licitações de fornecimento de recursos federais para a educação destinados ao fornecimento de merenda escolar, uniformes, material didático e outros serviços.   Entre os municípios está Peruíbe, onde  a Polícia federal chegou por volta das 10:30h.

A Prefeitura de Peruíbe em nota esclareceu que a Operação da Policia Federal, determinada pela Justiça Federal (Primeira Vara Criminal da Primeira Subseção Judiciária de São Paulo),  foi em cumprimento de Mandado de Busca e Apreensão de documentos relativos a processo licitatório para aquisição de uniformes escolares assinado em dezembro de 2013, realizado durante a administração municipal anterior.

A equipe de policiais federais foi recepcionada pelo prefeito Luiz Mauricio, que determinou à Secretaria de Administração o pronto atendimento e acesso aos documentos a serem examinado.

Há indícios do envolvimento de 85 pessoas, sendo: 13 prefeitos, 4 ex-prefeitos, 1 vereador, 27 agentes públicos não eleitos e outras 40 pessoas da iniciativa privada.

Segundo informações do Jornal O Estado de São Paulo , o Tribunal Regional Federal da 3ª Região não autorizou prisões pedidas pela Polícia Federal.

Comentários

Recomendados

Mais Peruíbe - Tudo que você quer e muito mais.

Copyright © 2016 Mais Peruibe

Sobe