Mais Peruibe

Blog

4 pilares importantes para concluir a compra de um imóvel em Peruíbe

O sonho da casa própria costuma ser o objetivo da maioria dos trabalhadores. Muitos batalham boa parte da vida e comprometem boa parte do orçamento familiar a fim de comprar terreno em Peruíbe, ter um teto para chamar de seu e dar uma segurança para a família. Todo o processo costuma ser dificultoso, caso não possa comprar o imóvel a vista, envolvendo muita disposição, ansiedade e planejamento. O momento ideal para realizar a compra costuma chegar, mas você precisa estar atento para organizar e desenvolver uma boa estratégia na hora de fechar o negócio. Depois de muita pesquisa, frustrações, visitas, conversas com corretores, análises e investimento de tempo na busca pelo imóvel ideal, é hora de concluir a compra do apartamento, mas você não ficou atento a algumas questões primordiais. Muito cuidado para não colocar todo o empenho em risco principalmente se o orçamento estiver comprometido. Para não ter surpresas e não perder a chance de adquirir o imóvel certo, vamos dar algumas dicas das quatro condições essenciais para você finalizar uma negociação segura e benéfica.

Entrada

Para tornar a negociação rápida e ágil, antes mesmo de se aventurar na visita de inúmeros imóveis, você deve desenvolver um planejamento para levantar o valor da entrada. Se você não tem todo o montante, é preciso saber de onde retirará, pois é o pontapé inicial para segurar uma oferta seu gosto. Veja qual o porcentual de entrada dos imóveis do seu padrão, como é realizado o pagamento. Depois analise as possibilidades da fonte dessa renda: se vai economizar e juntar tudo, se vai financiar um empréstimo e parcelar esse valor, se vai usar o saldo do FGTS, se vai vender algum bem de valor equivalente ou se consegue incorporar esse valor no financiamento, caso não seja obrigatório uma entrada a vista. Antes mesmo de escolher o imóvel, você precisa se organizar, pois esta etapa pode comprometer toda a procura.

Documentação

A documentação é outra condição importante no processo de formalização da proposta no qual todos os itens necessários devem estar atualizados para confirmar a veracidade e legalidade de toda a negociação. A primeira parte constitui a fase dos documentos pessoais responsáveis pela comprovação da sua identidade e endereço como cópia do Registro Geral (RG) e do Cadastro de Pessoa Física (CPF); comprovante de residência original e atualizado, ou seja, dos últimos três meses devido registrado no nome do comprador ou parentes diretos (pai, mãe, irmãos e cônjuge); comprovante de estado civil com a apresentação da certidão de nascimento em caso de solteiro ou da apresentação da certidão de casamento ou união estável, mais a cópia do RG e do CPF do cônjuge caso seja casado; para menores de 21 anos, é preciso apresentar uma cópia autenticada da escritura de emancipação original; para os compradores estrangeiros, é preciso apresentar uma procuração legal em nome de um residente no Brasil, dando plenos poderes para a compra e venda de imóveis.

Já os documentos do imóvel para a confecção do contrato precisam ser legais e verídicos e são de  responsabilidade do vendedor ou imobiliária sendo recomendado a conferência antecipada pois serão analisados no momento da compra. Em caso de ilegalidade, todo o processo pode ser desfeito e as partes serem devidamente penalizadas. Estes documentos são: cópia dos comprovantes de pagamento de IPTU no ano corrente da venda; planta do imóvel aprovada pela prefeitura e assinada pelo engenheiro ou arquiteto da obra; cópia da escritura do imóvel que deve ser registrada e autenticada em cartório, no nome do vendedor; registro de verificação no Cartório de Registro de Imóveis, constando alienações e débitos; em caso de apartamento, a certidão negativa de débitos condominiais.

Vínculo empregatício

Muita gente não se atenta a esse detalhe da compra e venda de casas em Peruíbe e acaba vendo todo o investimento cair por terra. Você precisa comprovar seu potencial de compra e confirmar que tem saúde financeira para arcar com a compra, principalmente se for solicitar um crédito para financiamento imobiliário como os oferecidos pelos programas sociais de subsídio habitacional. Sua renda familiar total pode ser comprometida em no máximo 30% para quitar as parcelas habitacionais e esse cálculo precisa ser considerado para saber se necessitará de alguém para compor a renda do contrato. São alguns documentos da renda bruta e do seu vínculo empregatício: para empregados do setor privado, é preciso apresentar carteira de trabalho original; para autônomos, é preciso apresentar a cópia do Imposto de Renda e os extratos com as movimentações bancárias dos últimos meses. Caso se tratar de pessoa jurídica, necessita-se  apresentar o contrato social da empresa; últimos 3 comprovantes de renda (holerite); em caso de utilização do FGTS, é preciso apresentar o extrato atualizado do saldo.

Contrato

Nada pode ser interrompido por falta de documentação para que ambas as partes consigam finalizar o acordo. O contrato formaliza a proposta e a intenção de compra que deve apresentar os dados da negociação, o pagamento, prazos, condições, informações e dados do objeto de compra, multas rescisórias e a comissão do vendedor e/ou imobiliária. Assim, ele traz uma descrição formal e detalhada de todo o processo comercial para garantir a idoneidade da negociação e dar segurança e validade à venda. Caso as partes estejam com a documentação toda organizada, já será meio caminho andado para a concretização final da transação por meio da assinatura do contrato.

Gostou do nosso artigo e quer se informar mais sobre o assunto? Então não deixe de acessar as nossas redes sociais.

Comentários

Recomendados

Mais Peruíbe - Tudo que você quer e muito mais.

Copyright © 2029 Mais Peruibe

Sobe