Mais Peruibe

Notícias

Primeiro ciclone bomba do ano está em formação sobre o Rio Grande do Sul

As informações meteorológicas dessa segunda dão conta da formação de um novo ciclone bomba, com potencial destrutivo, sobre o sul do Brasil.

Ciclones bomba como o que tivemos ano passado, e que causaram estragos em toda a região, são fenômenos atmosféricos conhecidos tecnicamente por ciclone extratropical, ou seja, surgiu em uma área subtropical. Ele acontece quando uma conjunção de fatores naturais possibilita uma queda abrupta da pressão, gerando um deslocamento de ar intenso em um tempo muito curto.

O ciclone bomba em formação inicia em condições bem anormais, segundo a meteorologista Estael Sias, do site Metsul. “A formação do ciclone na atual latitude, com essa força e nessa época do ano, é totalmente fora do contexto”, diz. “Ciclones desse porte são mais comuns no inverno”, enfatiza a especialista gaúcha.

Ciclone com potencial de ciclogênese explosiva.

Ciclone origina frente

A frente fria associada ao ciclone vai conseguir progredir muito para Norte e, depois de passar por Santa Catarina e o Paraná entre quinta e sexta, alcançará o Centro-Oeste e o Sudeste do Brasil. Não será um sistema frontal intenso e os volumes de chuva associados na sua chegada não devem ser altos na maioria dos locais, entretanto ao interagir com o ar muito quente na região poderá provocar ocorrências isoladas de tempo severo como vendavais isolados e episódios de chuva localmente torrencial. 

Ar mais frio avançará na retaguarda da frente, trazendo queda de temperatura e um alívio para o intenso calor que vem se registrando no Centro-Sul do Brasil.

Agitação marítima e ressaca

Adverte-se ainda que em razão do ciclone ser intenso e evoluir lentamente razoavelmente perto da costa, o mar deve ficar muito agitado no litoral do Uruguai (oleaje) e na costa gaúcha e do Sul do Brasil com alto risco de ressaca que pode ser forte em algumas praias, não se descartando erosão costeira. A navegação será extremamente desaconselhável na costa durante a atuação deste ciclone sob risco de naufrágio. 

Comentários

Recomendados

Mais Peruíbe - Tudo que você quer e muito mais.

Copyright © 2029 Mais Peruibe

Sobe